Ser Virgem é Sinônimo de Cafonice? Por Marcelo Efron

 

 

 

 

 

 

Pois bem meus caros adolescentes, essa é uma pergunta que faço durante algum tempo. Lembro que quando iniciava minha adolescência, vóinha me contou que, quando ela era mocinha sua mãe dizia “quem tem o seu, guarde a sete chaves”, pois ser virgem naquele tempo era sinônimo de pureza. Mas, parece que nos dias de hoje muitos pensam que ser virgem é algo cafona, ou como os descolados dizem, é super fora de moda.

Porém eu te pergunto, e espero que você me responda no final do texto: Ser virgem nos dias de hoje é algo tão cafona assim?

Sei que para responder essa pergunta, você terá que ser bem maduro(a), pois revelar intimidades e expressar opiniões, é algo que muitos não gostam de fazer, não é verdade? E hoje meus caros leitores, além de falar sobre esse tema polêmico, irei mostrar também que nós homens, temos os mesmos sentimentos e as mesmas dúvidas que vocês mulheres tem sobre a questão da virgindade.

Um pouco da história

Viajando na internet, achei algo interessante sobre a história da virgindade, e confesso, fiquei surpreso. Sabia que esse termo surgiu entre os jovens religiosos dos EUA, durante a década de 90? Seu movimento chamava-se TLW (True Love Waits- O amor verdadeiro espera). O irado é que nesse movimento além dos jovens permanecerem virgens até o seu casamento, eles tinham que anunciar isso aos quatros canto da terra, usando o famoso #ANELDEPUREZA. (Esse mesmo anel que é usado por Hannah Montana e Jonas Brothers). 

Descobri também que em algumas civilizações ser virgem não tem tanto significado assim. Já em culturas passadas, a virgindade conferia as mulheres dons mágicos, como no Oráculo de Delfos, na qual a pitonisa, era quem mediava o contanto entre os deuses e os homens, por ser virgem é claro. Já em nossa sociedade, a virgindade tem um valor social e muito religioso, feito tão somente para conter a atividade sexual da mulher. No Cristianismo, um de seus principais símbolos é a Virgem Maria, que representa para a população, o emblema da castidade e da pureza, alentando assim a imagem da necessidade da preservação da virgindade até o casamento.

Entretanto meus caros, como disse no inicio no texto, ser virgem nos dias de hoje tornou-se para muitos um desafio ou até mesmo uma vergonha alheia. Recordo que antes muitas mulheres sonhavam em encontrar seus príncipes encantados, para casar-se e ter suas devidas relações. Porém sabemos que esse suposto conto de fadas foi rompido. Hoje muitas dessas sonhadoras chegam até ao altar já tendo realizado o ato, ou até mesmo experimentado todos os prazeres do sexo.

Já os homens, ah! os homens, muitos são arrastados para a casa da luz vermelha, por seus pais ou amigos para livrá-los desse fardo tão vergonhoso. Mas eu me pergunto, será que vale a pena perder sua virgindade com alguém que você nem conhece? Só para agradar amigos ou parentes?

Três e uma encanação

“Será que vai doer? Será que ele vai me ligar? Será que eu estou preparada? Sabemos que essas são algumas perguntas feitas por muitas mulheres em relação ao momento tão esperado por elas: a sua primeira vez. Já em relação aos homens, acho que muitas de vocês mulheres devem pensar que nós, somos incentivados a fazer sexo durante 24 horas e não temos encanações sobre esse assunto. ACORDA MINHA QUERIDA! Sabia que também sonhamos com esse momento irado.

Pode até não parecer, mas muitas vezes sofremos muito quando pensamos em nossa primeira vez. Um dos motivos dessa preocupação minha cara jovem, é o fato de que quando chegamos na hora H, aconteça um pequeno deslize, que vocês já devem saber o que é? Para quem não sabe, lá vai à dica: nós homens, odiamos o fato de broxarmos na hora do bem bom.

Outra encanação que temos é ocasionada pela pressão por querer ter um bom desempenho. É serio garotas, tem horas que nem percebemos que para se fazer um bom sexo, temos que conseguir isso através do tempo e é claro da intimidade estabelecida por vocês garotas.

A ansiedade e preocupação, nossa mãe do céu, esse é um dos principais elementos que atrapalham o nosso desempenho. O medo de algo dar errado com a camisinha, a insegurança de que vocês gostaram do sexo e o fato de muitas pensarem que somos PhD no assunto, aumenta e muito nosso psicológico na hora do vamos ver.

Conversas e mais conversas

Para a maioria das pessoas o papo é sempre esse “O quanto mais antes rolar, melhor”. Entretanto às vezes também me pergunto se é certo perder a virgindade antes do casamento, sabe por quê? Vai que você case com uma pessoa que não é aquilo que você esperava? E aí como é que  fica? Veja o que aconteceu com a estudante G.M de 48 anos. “Perdi minha virgindade com 21 anos com o meu primeiro namorado. Chegando aos meus 32 tivemos nosso primeiro filho, e foi aí que nosso casamento acabou. Meu marido teve ciúmes do próprio  filho e disse que me pagava dois salários mínimos para trabalhar, só para deixar meu filho de lado e dar atenção só para ele”, conta.

Entretanto meus caros existem situações que na minha visão é algo super constrangedor, que é o fato da pessoa não ter experiência e ser zuado pelos amigos. Porém para quem tem um pouco de maturidade, por muitas vezes, sabe lidar com essas situações. “Hoje em dia essa questão do sexo está meio que banalizada, e como fui criado na igreja, aprendi que devo me guardar para minha esposa e vice-versa. Não acho que sou diferente dos outros por não ter perdido ainda minha virgindade e também não tenho vergonha de dizer isso para os outros. Acho engraçado que quando as pessoas me perguntam se eu sou virgem, elas tomam um susto, pois encontrar alguém virgem nos dias de hoje, é algo muito raro”, conta o estudante de geologia da UFS de 18 anos MMN.

O hábito faz a experiência

Durante essa semana, entrevistei algumas pessoas sobre o que elas acham das pessoas perderem sua virgindade antes do casamento, e como foram suas experiências. Confesso que gostei tanto do resultado, que vocês irão conferir agora o que essas pessoas disseram:

O Ravi Aynore da série @Gravidos exibida na TV Atalaia contou como foi a sua primeira vez. “Minha primeira vez? Velho, gostaria de lembrar como lembro da minha ultima. Quando eu perdi minha virgindade eu era novo e sexo não fazia muita diferença para mim, mas lembro de ter pensando ‘já que estamos aqui, vamos ver no que dá’. E assim, tudo era inesperado, ao final das contas eu estava ali sentindo coisas que eram super novas, e tipo, nada foi do jeito que eu achei que seria. Depois que acabou vestimos a roupa e fingimos que nada aconteceu. Eu não me arrependo de ter feito, porém foi algo que me acrescentou muito.

A primeira vez que eu fiz sexo eu nutria um sentimento muito forte e legal, e foi sem dúvidas, uma das melhores vezes da minha vida. Nós namorávamos há três meses e já estávamos prontos. Não foi nada mágico, ou extraordinário, mas foi legal e pareceu mais certo sendo feito desse jeito. Houve também vezes em que eu fiz sexo sem sentir nada além de tesão que foram melhores que essa, mas sem dúvidas é mais legal quando se está com alguém que você gosta. E também acho essencial que qualquer pessoa faça sexo antes do casamento, pra não ter que passar a vida toda com alguém que não é bom de cama ou que não te satisfaça sexualmente”, revela.

“Perder a virgindade não é algo como tipo ‘dar uma’, como comumente ouvimos sempre por aí quando um casal faz sexo, ou amor. Deixar de ser virgem é uma decisão, às vezes impensada e às vezes consciente. Independente de tudo é uma nova situação para a vida do homem ou da mulher. Penso que não se perde a virgindade, pelo contrário se ganha. Entendo que a virgindade está dentro na cabeça de cada um de nós, e que não é o rompimento de um órgão, como o hímen, que uma mulher deixa de ser virgem, por exemplo. Deixar de ser virgem, pra mim, é perceber que amadureceu e se sente preparada para se sentir mulher cada vez que o corpo pedir”, conta a  jornalista CSSM de 41 anos.

“Acho que não existe uma idade adequada para perder a virgindade, acredito que a pessoa tem que ter uma boa cabeça, e sentir que realmente chegou sua hora”, conta A.A de 37 anos.

“Ser virgem nos dias de hoje é algo careta, tenho 15 anos e meus amigos mais jovens já perderam. Sinto-me atrasado e curioso”, cita Matheus Maskerano da cidade de São Paulo.

“Perdi minha virgindade com nove anos, nesse tempo eu era bastante fogosa, queria ir para todas as festas, escondido da minha mãe é claro. Hoje namoro com um rapaz de 30 anos e confesso que me sinto arrependida de ter feito isso”, revela N.N de 16 anos.

“Nos tempos em que vivemos acho normal a galera perder sua virgindade, afinal ser virgem é coisa do passado, uma coisa pré-histórica. O negocio é tão bom, que as pessoas estão perdendo sua virgindade antes do casamento”, conta L.N de 33 anos.

E para você, ser virgem nos dia de hoje é algo tão cafona assim?

Anúncios

2 Responses to Ser Virgem é Sinônimo de Cafonice? Por Marcelo Efron

  1. Marcelo Efron says:

    Bom, serei o primeiro a abrir essa discussão, então vamos lá:

    Na minha visão acho que cada entrevistado tem um pouco de razão em suas justificativas. Realmente ser virgem nos dias de hoje é algo muito raro, e também não vejo isso como algo cafona como muitos dizem, afinal também sou virgem e não vejo esse rotulo como algo cafona.
    Acho que cada um é cada um e sabe muito bem o momento certo de perder a sua #virgindade, sem precisar que os outros digam que você já está atrasado para perder.
    O que me chateia é o fato das pessoas que já tiveram suas experiências zombarem das que não tem. Acho isso uma puta falta de respeito, na boa. Como coloquei no texto as vezes tenho medo dessa insegurança quanto ao um relacionamento em relação a perder sua virgindade. Vai que essa pessoa não te satisfaça sexualmente e aí como ficamos?

    Para mim esse tema é muito complicado, mas espero que vocês tenham curtido o debate galerinha. Até o próximo texto. Se Deus quiser que sim.

  2. tenho 23 anos e o que recebo de chacota por ser virgem nao é pouco, tem horas que eu perco a compostura,mas tem qui ter jogo de cintura pois a sociedade está muito escrava de seu ego,achando que por ja terem feito sexo e eu não estou atrasada e sou burra,prefiro me guardar pro meu casamento ou quem sabe um momento especial mesmo,meu namorado me respeita muito nessa questão,ele nao é virgem,mas sempre me diz que isso é comigo se eu sentir q estou pronta bem,se nao sentir,que ele me entende.
    adorei o texto.

Comente aí

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: